domingo, 24 de janeiro de 2010

Atada a este amor




Atada a Este Amor

Você tentava perder-se na multidão, incógnito e invisível
Entre as demais pessoas queria passar despercebido
Reservado e quieto, absorto em pensamentos
Num mundo só seu, em sonhos concebido

Não notavas que, ao largo, nas paragens de distâncias
Alguém contigo sonhava, sem nem ao menos conhecer-te
Não sabias, nem em sonhos, que já sedenta te buscava
Uma alma solitária que no mundo hostil tentava perceber-te...

Já te vigiavam os olhos tristes sonhadores
De quem cismava do porque lhes parecias tão afável
De quem tentava adivinhar teu pensamento em pormenores
De quem pensava seres, talvez, inalcançável...

Mas o mundo, redemoinhando em suas voltas infinitas,
Trouxe à tona em toda sua glória o sentimento abrasador
E agora, a pregressa vida parece a esses olhos liberdade que limita...
Por isso peço, encarecidamente...deixa-me atada a este amor...!

Bíndi

Inspirado e dedicado a Ghost...
O amor que eu sinto por vc tem a grandeza divina e a simplicidade humana...como um anjo que se dignou a vestir um pobre farrapo...






2 comentários:

Nosso Cantinho disse...

As vezes o canto dos pássaros perturba os que dormem, assusta distraidos, incompreendidos em seu significado distante e intraduzível, nos traz os primeiros acordes de uma canção de paz, anunciando um novo dia!!!

Canta, meu pássaro de amor...canta que o teu canto me seduz...e minha alma reluz de tanto amor.

Canção divina da paz, não te faz ídolo, mas te vestes de amor...

Te amo, anjo!!!

Ghost

Nosso Cantinho disse...

Se vc gosta do meu canto, vou continuar passarinho, pra pousar na tua janela e te acordar com alegria...e se com isso eu acordar os vizinhos, vou voar pra bem alto antes que me alcancem as pedras, pois o amor tem asas...
Te amo!
Bíndi

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...