domingo, 28 de fevereiro de 2010

Quando te encontrei



Quando te encontrei nos meus sonhos, não era noite, e nem dia...

O tempo se desfez neste plano indefinido...

Apenas uma estrela que no céu luzia

Fazia-nos lembrar que estávamos ainda neste mundo adormecido



Por te amar tanto, te buscará sempre a minha alma

No mundo em que estiveres, no sonho ou realidade

No passado ou no presente, nas distantes eras do porvir

Na alegria ou na tristeza, no bem ou na adversidade...




Por ter certeza de te amar assim tanto e eternamente,

Meu coração é todo encanto e plenitude

Como criança com o presente que desejou a vida toda,

Como o santo que encontrou a estrada da virtude...

(Bíndi)

 COMO EU TE AMO, Ghost...


2 comentários:

Nosso Cantinho disse...

Amor que só existe, amor que não cobra regras, amor que não se condiciona ao tempo...pois só existe, simplesmente existe.

Como a vida que habita na Terra, como os pássaros no ar, como o dia e a noite, como a lua e o sol...

Minha amada, minha querida, minha cúmplice, meu norte, minha luz...

Meu orgulho é o teu amor!!!

Te amo, Bindi!!!

Ghost

Bíndi disse...

Saber que você existe, já foi a maior felicidade que me aconteceu...saber que você existe, e me ama, é o céu pra mim...
Beijos, meu amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...