segunda-feira, 2 de outubro de 2017

O Santuário




Ela permanecia sempre em silêncio, mas sua postura denotava emoções guardadas, contidas...
Não apenas um silêncio ela trazia em seu semblante angelical, mas um vazio no coração se configurava, através de seu olhar distante

A leveza de seu andar, salientava uma elevada alma, como uma criança que busca o lar...embora num corpo de uma linda mulher, transfigurava nas feições, o aspecto de  um anjo, ela poderia se chamar Bíndi, uma menina, uma mulher, um ser de luz!

Todas as vezes, em suas costumeiras visitas ao Santuário, ela se dirigia de forma autômata para a Cripta: ali ela orava baixinho, às vezes lhe corriam lágrimas na face...
Quem se aproximasse dela, poderia ouvir a súplica em oração, pedindo por seu amor..."Pai, devolva-me ele, mesmo que na eternidade, mesmo que em mil anos, devolva-me...aceitarei a sua partida dessa vida, mas imploro a vós pelo melhor caminho a quem amo."

Assim se repetiam os dias, as tardes, o vento nas árvores, o canto dos sabiás, o silêncio, aquela linda dama sentada naquele banco, com o coração em oração constante.

Quem seria o ser que mereceria o amor desse anjo de tanta luz, com tanta capacidade de amor?!...um fantasma, um desconhecido, um silencioso, alguém que nunca estava ao seu lado para vê-la chorar sozinha, sem emitir sons, mas com o coração dilacerado e ansioso!

...

 ...era numa tarde de sexta-feira, no mesmo dia em que ela por ali andava só...mas alguém vinha ao seu lado, eles sorriam, como duas crianças no paraíso, havia Deus deixado seu amor na Terra, junto ao anjo que tanto o amava, estavam ali...juntos, pois ao chegarem no Santuário, se prostraram diante da cruz, de suas faces surgiam sorrisos e graças, as mãos entrelaçadas, ela lhe murmura..."eu prometi que lhe traria aqui em agradecimento!"

Ele a fixa significativamente nos olhos, ela pega em suas mãos, ambos se dirigem até a Cripta, ali ele olha para o Cristo, lhe dá um sorriso quase íntimo, pega da mão de sua amada, ajoelham-se e ali ficam em silêncio...em dado momento, ele deita a cabeça em seu ombro, ela o acaricia na face, recebem do invisível, nesse momento, as luzes que os abençoaram para ali estarem juntos...então saem lentamente...levitam, sentam-se no mesmo banco onde ela por muitas vezes ficava sozinha e em silêncio; conversavam, mas em seus olhares  já tudo estava dito...não precisavam das palavras.
Para o observador ficou o entendimento de que os laços do amor nos ligam, mesmo sem a presença dos corpos...

Ecoou-me aos ouvidos apenas uma conversação, que jamais esquecerei:
Ghost: Deus enviou você, para que eu não esqueça de como é o céu!
Bindi: Meu céu é onde está você!

Assim  se foram...abençoados...talvez eu os veja um dia...na eternidade!

Ghost
       Vangelis - Prelude

22 comentários:

Arco-Íris de Frida disse...

É tao emocionante que faz chorar enquanto se lê, mas ler sobre o amor traz uma emoçao boa, a certeza que o homem foi feito para o amor, e que o amor ainda é maior que tudo...

Beijos para os dois...

Ghost e Bindi disse...

O coração é o santuário maior, de onde provêm todas as virtudes e sentimentos que filtramos de nossas almas. Não importa o lugar em que estivermos...orar por outra pessoa, pedir em seu benefício, desejar seu bem, é uma vibração que encontra ressonância no próprio Criador, e cai sobre nós como chuva de pétalas abençoadas.
Essas rosas de luz sempre peço que caiam sobre você meu querido, porque se estiveres bem, eu estarei bem, e se estiveres comigo, eu estarei no céu.

Bíndi

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Eis dois anjos que se amaram em uma outra dimensão.
O santuário foi palco onde havia assepsia
Para as almas sem pecados, nessa região vazia,
Pudessem, puras que eram, conceber a união.

Creio ter sido a razão
Para a escolha que fazia
O casal, pela magia,
Do ambiente, ao coração,

À alma, ao corpo e a mente.
Onde na paz finalmente
Se uniram em grande amor.

É uma história consistente,
E mesmo a que sem diz descrente
Vai crer no Superior.

Grande abraço. Laerte.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindíssima essa declaração tão profunda entre vocês queridos amigos Bindi e Ghost.
Adorei ler.
Bjs-Carmen Lúcia.

Guaraciaba Perides disse...

A história de um amor verdadeiro na trajetória de felicidade...lindo de se esperar na confiança do alcançar.Abençoados!

Um abraço

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Amigos são como as estrelas no céu. Eles são mais claros nos tempos de escuridão e quando a amizade perdura suportando a distância.
E porque não dizer, podemos chamar de amigos, os virtuais que vence a distância para nos visitar e trazer um elogio, uma palavra amiga, um abraço... E como é maravilhoso! Quantas vezes senti que não estava só lendo seu comentário. Obrigada por sua amizade, que Jesus lhe proteja sempre e se estenda a sua família.
Abraços da amiga Lourdes Duarte.

Zilani Célia disse...

OI GHOST!
UMA REPRESENTAÇÃO EM PALAVRAS MAS, FICOU TÃO NÍTIDA PARA MIM, QUE CONSEGUI VISUALIZAR OS DOIS A LEVITAR.
LINDO DEMAIS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Bandys disse...

Queridos,
Saudades daqui.
Andei meio parada.
Que a gente saiba se olhar nos olhos,
alargar sorrisos, preencher com laços o coração.
Que a nossa melhor conexão seja sempre o AMOR.
Seja la onde for.
Beijos meus

Profª Lourdes disse...

Que linda postagem. Uma vida singela, angelical. Um exemplo para os humanos. Obrigada amigos pela visita e o comentário que deixaram. Amo suas visitas, saibam que serão sempre bem vindos aos meus blogs. Tenham um abençoado fim de semana. Abraços

Elza Interaminense disse...

Hoje vim agradecer a você, por seguir o blog da Biblioteca Madre Ódila, pelas visitas e comentários. Quero dizer-lhe que seus comentários tem sido importantíssimos para a valorização das postagens. Obrigada, aquele cantinho é de todos que gostam de aprender sempre mais Como seguidor (a), pode deixar sugestões de conteúdos que devemos pesquisar e postar no blog. Aquele cantinho é nosso. Abraços, tenha um fim de semana de muita paz.

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá queridos amigos!

Hoje é dia do quarto Poetizando e Encantando. A imagem que sugeri está deveras inspiradora. Com certeza sua participação vai ser belíssima! quanto aos selinho, vamos colecionando depois faremos um álbum lindo!
Lhe espero com carinho.
Há! Caso um seguidor (a) seu deseje participar e está receoso (a), não tem problema, seja mais um e depois é só pegar os primeiros selinhos. Sejam todos bem vindos a essa brincadeira que nos incentiva a ser criativos e recebemos várias visitas.
Abraços, com desejo de um Domingo com muita paz, saúde e felicidade.

CÉU disse...

Amigos, queridos!

Grata pela vossa visita e tão poéticas palavras.

Detesto o outono, pke pra mim é uma estação transitória e eu não gosto de situações ou de pessoas transitórias. Amamos ou não amamos, fazemos ou não fazemos, e o assim-assim, o pode ser, o talvez seja, pra mim correspondem a situações e pessoas dúbias.
Além do mais, gosto de luz definida, calor, sem ser excessivo, mas tb aceito frio, chuva e maus tempo, embora sem grande prazer. Me apraz tudo clarificado e bem definido.

Já li teu magnífico e doce post, Ghost, e fiquei de "queixo caído". Preciso de o ler mais vezes, o voltar a interiorizar e depois, então, o comentar. Não é falta de tempo, não, antes sim, sentir que não estou a cem por cento, interna e externamente (estou com uma leve gripe).

Gosto do debate de ideias, sempre gostei, daí vos convido a visitar o blog: "Eu sabia, e tu sabias" do Pedro Aurélio, um estudioso e um homem com excelente caráter.

Beijos e bom domingo.

Evanir disse...

Ás vezes, apenas precisamos ter calma e paciência.
Apenas por me chamar, por me dar um abraço quando me vê,
sorrir pra mim, são coisas pequenas...
Mas são as que realmente marcam..
Desejo de todo meu coração
um abençoado Domingo.
Uma semana de vitorias
Beijos no coração.
Evanir..

Elisabete disse...

Que bela e emocionante declaração de amor!
Bjs

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia meus queridos amigos
Ghost suas palavras nessa postagem e uma prova que o amor existe. Voces são almas afins que vieram mas uma vez para que pudesse está junto nesse lindo amor que é um belo exemplo para todos nós. Que possam por muito tempo viver esse grande amor. Bind você me parece um ser evoluído e assim sendo se completaram e o amor fluiu. Obrigada pelo carinho conosco. Onde existe amor, existe vibração boa e é muito bom interagir com vocês. Uma linda semana. Grande abraço.

CÉU disse...

Bíndi e Ghost, meus queridos amigos!

Vossos textos, quer sejam os teus ou os da Bíndi revelam sempre mta sensibilidade, um inequívoco amor e muitas certezas, embora haja neles algum "mistério", alguma coisa que nos põe a pensar, a interrogar, mas por mais que cogitemos, eu, pelo menos não encontro respostas.

Delicio-me, qdo vos leio, porque em vós e naquilo que exprimem, há mta bondade, pureza, clareza, misticismo e uma auréola de quase santidade.

Aquela mulher, linda, serena, com aspeto de anjo e que bem poderia ser tua amada Bíndi, ia diariamente, sozinha, a um santuário para falar/rezar, pedir bem baixinho, desabafar, pôr seu ego a nu, para pedir a "devolução" de seu amado, tu, que estás ainda vivo e junto dela, mas, talvez já pensando num futuro, qdo não estivessem temporariamente juntos. É uma ação aceitável, compreensível, mas quase surreal, no meu ponto de vista, que, provavelmente é ainda muito limitado de horizontes e daquilo que ainda não viu, nem, conhece. Direi eu, que são patamares, que ainda ou nunca entenderei ou lá chegarei, mas não faço futurologia, pke só sei viver um dia de cada vez e isso me basta e me satisfaz. Projetos não faço. Aguardo o melhor, mas se vier o menos bom, que não entendo, tentarei superar a situação e seguir em frente.

Mas um dia, um belo dia, a prece de Bíndi foi ouvida e eles, ela e seu amado, se reencontraram no santuário e precisamente numa 6ª feira, que dizem os supersticiosos, que não é o meu caso, ser dia de azar, mas pelos vistos até que não foi, mas antes um dia bem luminoso e feliz.

Foram momentos inomináveis e de enorme felicidade, onde não faltaram gestos carinhosos, sorrisos e mãos bem enlaçadas. Eram os olhos deles, que falavam, pois não precisavam de qualquer vocábulo.

Resumindo, acredito que um amor profundo e sincero, possa ultrapassar todas as barreiras e que a felicidade seja mesmo uma realidade.

Amo sempre vos ler, como sabem! OBRIGADA!

Beijos um abraço vasto, que englobe vocês dois, e muita luz em vossas vidas.

CÉU disse...

Quanto ao vídeo, que postaram, o estive escutando e vendo em diversas formas, imagens, pke o mar nada me diz, e até me atormenta e por isso fui passando por outros, mas sempre "Prelude. Fiquei num com borboletas, aves diversas voando e se beijando, natureza e muita, muita beleza.

Não sou especialista em música, mas senti nessa uns avanços e recuos e um certo mistério, que não vos sei explicar. Provavelmente, era isso mesmo que pretendiam. Conseguiram! Parabéns!

Tudo de bom para vocês, queridos!

CÉU disse...

E já agora, dia 12 é feriado aí (para alguns vai ser feriadão -rs). Então, um maravilhoso e proveitoso feriado.

Lindos e belos dias!

Maria Rodrigues disse...

Um texto que toca o coração pela sensibilidade e amor que as suas palavras transmitem.
Simplesmente maravilhoso!
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Gracita disse...

Quanta candura no relato desse amor que traçado em outra dimensão e se materializou nos corpos de dois eternos apaixonados
Tão místico margeado pelos dons do amor de um coração tão sensível que sabe metaforizar com palavras uma intensa declaração de amor
Beijos e carinhos pra vocês meus amigos

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite meus amigos.
Passando para desejar a vocês uma linda semana. Grande abraço.

Jossara Bes disse...

Bíndi e Ghost, Queridos amigos!
O Universo acolhe as palavras de quem pede com fé!
O Universo, para mim é Deus, e Deus é o Universo!
Sinto a energia do sentimento amoroso em cada palavra escrita! Que bom traduzir sentimentos de delicadeza e ternura!
Beijo carinhoso, felicidades!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...