domingo, 19 de setembro de 2021

Primaverando

 

 
 

Não sou solidão, sou solitude
sou minha melhor companhia
Aprendi a gentileza de atitude
de namorar a mim mesma, doce ousadia.
Nem ególatra nem santa, vou direto ao que interessa
aprendi a lucidez dos loucos e a mansidão dos fortes
Vou no meu tempo, que devagar é pressa
e viver em paz comigo e com os outros é meu norte.
Não exigirei nada do outro, pois sei que também sou incompleta
Se alguém está no tempo da lagarta
Não adiantará exigir a borboleta.



Bíndi



Crédito da imagem: arte de Aykut Aydogdu

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Chances

 


 A vida ensina
O tempo cobra
O esforço é grande demais
e pequeno o valor da obra
O futuro bateu à porta,
não estávamos em casa.
A porta fechou
A carta voltou
O sonho, cansado, partiu.
Teimei em sonhar,
abri a janela:
o pessegueiro floriu.
E o vento que leva os sonhos
talvez os torne a trazer...
Sofrer cansa.
Um dia, cansados de sofrer
talvez enfim
encontremos a esperança.

Bíndi

crédito da imagem Pixabay




domingo, 8 de agosto de 2021

Indestrutível ser

 



 
A chuva faz brilhar o asfalto em gotas prateadas
e onde o castigo do estio secou plantas, rios e até os olhos
de quem nem mais chorar podia
Brotou nova esperança, alento, e energia
As orações foram ao céu, e pareceu que o céu enfim lhes respondia
Mas um pouco mais além, no povoado não muito distante
profano temporal arrancou árvores, telhados, fez rodar no vento
a paz, as casas, as obras feitas de sonho e alvenaria 
Desalentados ao relento, aquela gente 
De olhos postos no céu a chuva maldizia
A mesma chuva, a mesma água que caía
Podia representar tanto bênção quanto maldição
A chuva é então...um mal ou bem?
De que essência, má ou boa é feita o trovão?
Há o mal? Há o bem? Há o bom ou ruim ou então
tal dependerá de quão preparados estamos para receber
o que a vida nos trouxer, de chofre, de roldão?
Há quem diga que a alma precisa ser arada
ser cinzelada, e passada ao fogo
para que seja maleável a todas as situações
Já que nunca saberemos de antemão
se é "bom" ou "mau" o que nos traz os ciclos do porvir.
O que fazer, então...? Aprender... E deixar-nos ir.


Bíndi
 
Crédito de imagem: 
© CC0 / Pixabay/12019/10266


domingo, 18 de julho de 2021

Abraços invisíveis

 





Sei que me buscas e não me encontras...mas estou aqui, meu Amigo!
Acalma a tua mente, com lucidez e disciplina, pois num torvelinho de pensamentos e emoções
Não conseguirás ouvir minha voz te inspirando
Quando mais desacreditas em mim, é quando mais precisas de meu auxílio...!
Difícil para vocês aceitarem a nossa existência, mas aí, no âmago de seus corações,
Deus plantou uma centelha que encoraja a ter fibra e a acreditar em algo maior que o reino da matéria
Não posso tomar para mim as tuas dores: elas são resultado do que buscaste, e também parte de teu aprendizado
Responsabiliza-te então pelas tuas escolhas, sabendo que cada vírgula tem sua consequência
Enquanto dormes, muitas vezes é comigo que te encontras para aconselhar-se e refazer tuas energias,
pensando, ao acordares, ter sonhado com algum parente teu ou mesmo
nem lembrando de nada...
Mas tua alma sente o conforto de nosso encontro,
em que te abracei com carinho e repassei contigo
tudo o que combinamos para o trajeto de tua existência
Segue em frente e em paz, pois ser melhor
é o único dever a que te obrigas.

BÍNDI



terça-feira, 22 de junho de 2021

Urgência


Vim sorrir contigo 

Pois de chorar estamos fartos

E sozinhos em nossos quartos

Fomos isolados da alegria

Vim abrir janelas

Porque as portas se fecharam

E rarefeito fez-se o ar

Se o fôlego nos tiraram

Chegado é o tempo de respirar 

Vim abrir meus braços 

E te guardar no peito em harmonia

Anjo meu, estamos tão carentes de abraços 

Famintos de silêncio e calma 

Tão cinza está lá fora

 Pega agora tuas tintas

Vamos colorir almas



Bíndi



Imagem: coopermiti.com.br

******P.S.: Era a vez de Ghost fazer uma postagem; mas como ele está enfronhado em projetos de trabalho, ocuparei interinamente seus espaços.******



domingo, 30 de maio de 2021

Parabéns por amanhã

 


 

Hoje a vida te mostra a sua face mais obscura
Amanhã te olharás no espelho e verás o rosto da vitória

Hoje teu arado sulca a terra seca e dura
Amanhã a semente germinada será coroa em tua trajetória

Hoje vergas teus ombros e te corta o vento do infortúnio
Amanhã, com a cabeça levantada, olharás o céu com esperança

Hoje tens a impressão de que nada vale a pena
Amanhã o sopro da tristeza fará parte da lembrança

Hoje na forja das provações teu coração e mente se incendeiam
Amanhã sentirás enfim a serenidade e júbilo

As trevas te perturbam, te cercam, te cerceiam
Mas mantenha-te em paz pois, no final de tudo,
És o teu último e único refúgio.

 

Bíndi

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...