quinta-feira, 7 de abril de 2022

đŸŒ· Debaixo das macieiras đŸŒ·

 


Debaixo das macieiras, Khaled estava a sonhar,
olhando as nuvens ligeiras dissolvendo-se no ar
No jardim cheirando a murta, perguntou de si para si
nesta vida assim tĂŁo curta, vale a pena persistir?
O vento passou num sussurro, mas nĂŁo lhe trouxe resposta
O sol rabiscou no muro douradas letras dispostas
A terra quedava-se quieta, mas no seu ventre trazia
a semente que, liberta, em breve na luz brotaria.

Os animais contentes brincavam, nĂŁo formulavam perguntas
O gato deitava ao relento sua majestosa inércia
Calou-se Khaled entĂŁo, fĂștil sua controvĂ©rsia
A vida trarĂĄ para todos a razĂŁo por que lutar
Essencial nĂŁo Ă© sĂł ir perguntando...mas saber o que perguntar.

BĂ­ndi
 
 
CrĂ©dito da imagem: Canal Country Life Vlog 
 


10 comentĂĄrios:

  1. Foto e poema deslumbrantes de ver e ler. A harmonia poética perfeita. Gostei muito
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. A vida trarĂĄ para todos a razĂŁo por que lutar
    Essencial nĂŁo Ă© sĂł ir perguntando... mas saber o que perguntar.

    OlĂĄ, querida amiga Bindi!
    Senti o cheiro da murta que amo. Num mosteiro que frequento hå muitos anos, tem um pé que exala pelo jardim, é uma delícia.
    HĂĄ perguntas que precisam de reflexĂŁo e prudĂȘncia. O discernimento urge.
    Uma mensagem profunda nos deixa com toque de poesia.
    Tenha dias abençoados de paz, saĂșde e Amor!
    Beijinhos carinhosos e fraternos

    ResponderExcluir
  3. Uma bela construção de uma inquietante movimentação da procura de si.
    O vento sussurra e nĂŁo revela, nem o botĂŁo preste a abrir em flor.
    Lindo Bindi.
    Abraços e aplausos.

    ResponderExcluir
  4. Linda poesia e o final com maravilhoso ensinamento!
    Adorei a foto com a macieira!
    beijos, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  5. Que linda e poética reflexão! Viver a vida e a natureza com a sabedoria inata dos animais, com o prazer do momento o quanto basta.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Linda foto e bela poesia. Vim te desejar um bom final de semana. Um Abraços queridos

    ResponderExcluir
  7. LindĂ­ssima poesia e foto.
    Um carinhoso abraço.
    Verena.

    ResponderExcluir
  8. Muito agradåvel a leitura desta poesia. Escrita com a do fundo do coração. Parabéns. Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Que maravilhosos versos
    Prezado Bindi amigo
    Ou amiga, nĂŁo consigo
    Saber sexos diversos
    Que hĂĄ nesses universos
    De todes, mas imagino
    Ser versos de um menino
    Antigo que envelheceu
    E ora, estĂĄ no apogeu
    De sua vida e destino.

    Gostei das quadras que vĂȘm
    Estendidas como estrada
    Que conduzem Ă  encruzilhada:
    Se são sextilhas ou se além
    De alexandrinos tĂȘm
    Conotação com as trovas
    As mais verdadeiras provas
    Do mestre cancioneiro
    De Dom Dinis, o primeiro
    Trovador com suas novas.

    Prezados, desculpem a ausĂȘncia neste espaço que hĂĄ tempo nĂŁo visitava. Abraços fraternos Laerte.

    ResponderExcluir
  10. ¡Hola, Esquima dos versos!
    Decirte que tienes un excelente contenido.
    Te dejo el enlace de mi blog por si te apetece pasarte por Ă©l, seguirnos y comentarnos.
    Saludos desde blueshendrix.blogspot.com
    ¡Nos leemos!

    ResponderExcluir

Obrigado por nos visitar e comentar! Abraços com carinho

BĂ­ndi e Ghost

COMENTÁRIOS OFENSIVOS, NÃO SERÃO PUBLICADOS.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...