segunda-feira, 3 de julho de 2017

Entre Rendas e Martelos


Que nos deixem ser mulheres como as flores são flores, como o céu é o céu, como o mar é a imensidão do mar...sem exigir-nos mais que isso, ser o que nascemos pra ser, o que nascemos sendo, o que somos, pois já é difícil o bastante sermos humanas pra tentarmos ser sobre-humanas...


Não nos cobrem divindade ou castidade angelical, nem talentos extraordinários...não seremos mães em tempo integral, nem amantes de fogo interminavelmente disponível, nem tampouco cozinheiras, faxineiras, professoras e enfermeiras de eterno plantão, pois o tempo e as circunstâncias influem sobre nós como sobre qualquer criatura, e temos fases como a lua, bem dizia a poeta Cecília, que era mulher como nós...


A roseira cresce, e um dia dará suas rosas, e é o que se espera dela, por ser roseira...o cãozinho nasce, cresce e um dia latirá, e é o que dele se espera, por ser cão...o homem nasce e se torna homem, e é esse seu normal, por ser homem: porque somente a mulher teria a sina de nascer mulher e tornar-se heroína, porque transformar-se em divina a que nasceu pra ser humana...


A vida tem muitas ciladas, e uma delas é o morrer a flor em botão, regada por água demais; o alimento cru e intragável, a que não foi dado o tempo do agir do fogo; o carro engasgado a que se quis fazer pegar à força, o ser que murchou no calor excessivo das expectativas irreais...

Seja irmã, filha, esposa ou mãe, antes de tudo é mulher, e antes ainda, criatura humana; e sua decantada beleza não pode estar em formas arredondadas e suaves, pois há as que não as tem assim...nem em perspicácia e extraordinária intuição, pois há as que tem pouca, ou nenhuma...em perfeitos rostos angelicais, pois tantas nisto nasceram em desvantagem; em habilidades multitarefas, porque existirão sempre muitas que nem ao menos possuem mobilidade...os critérios de beleza para julgar uma mulher estarão sempre aquém do que ela merece, pois tal é o mundo, e o mundo foi, até pouco tempo, fabricado por homens em todas as suas nuances...

Mas talvez existirá, pela persistência feminina, um momento no tempo e um espaço no mundo em que ela será o que puder, o que quiser, o que nasceu pra ser, o que lutou para se transformar, mas assim, natural e espontaneamente, sem empurrões nem trancos, sem pressões nem exageros, sem precisar caber numa forma preexistente antes de seu nascimento, ou se esgueirar para dentro de um estereótipo que a deixará galante mas infeliz...e nesse dia, o mundo exalará um aroma raro, o verdadeiro, o envolvente, o concreto, o nem sempre oloroso como rosas, mas o humanamente encantador, perfume de mulher...


Bíndi





19 comentários:

Arco-Íris de Frida disse...

Toda mulher tem o direito de ser o que quiser ser, a pressão sobre as mulheres é demasiada... mas aos poucos as coisas estão mudando...
Adorei o texto, retrata com perfeição a situação das mulheres...

Uma semana maravilhosa... beijos...

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Mulheres em todos os sentidos,somos sempre mulheres seja de qualquer forma!
Lindo texto sobre nós mulheres.
Bjs Bindi e uma feliz semana.
Carmen Lúcia.

Elisabete disse...

Que bonito texto sobre as mulheres!
Bjs

Maria Adeladia disse...

Olá! Muito bom escrito. Vejo também que ainda há exigências demais com as mulheres. Acho que toda mulher, independente do seu estilo, será sempre mulher e especial entre os seres. Beijos e bons dias.

Jossara Bes disse...

Bíndi e Ghost,
Queridos amigos!Esse texto é maravilhoso! Amei ler, pois descreve perfeitamente a angustia feminina. Acredito, que um grande numero nem percebe, pois o mundo nos leva feito onda!
A consciência do feminino é algo maravilhoso, está muito além do corpo!
Beijo carinhoso!

Zilani Célia disse...

OI BINDI!
CRÔNICA BELÍSSIMA E DE VERDADES INCONTESTES. QUEREMOS, NÓS MULHERES, SER APENAS O QUE QUISERMOS SER, TUDO OU NADA, A MELHOR OU NÃO, A MAIS BELA OU SIMPLESMENTE MULHER E SÓ.
AMEI.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Gracita disse...

Oi Bindi
Somos mulheres, divas, maravilhosas e seremos o que quisermos sem rótulos advindos de alguém que não conhece a natureza feminina
Um texto belíssimo, impactante e com a condução profunda da narrativa
Perfeito minha querida, afinal somos MULHERES e não só
Beijos com afeto

Guaraciaba Perides disse...

As flores como as mulheres apresentam-se em plenitude e beleza quando verdadeiramente cuidadas e amadas por sua essência sem exigências e padrões estéticos mas por sentimentos de amor e ternura, cada uma com sua particularidade e mistério no encanto de sua verdade .
Um abraço

Vera Lúcia Verinha disse...

A todos os amigos:
A nossa querida Leninha se submeterá a uma segunda cirurgia (já prevista desde a primeira), nesta Segunda-Feira, dia 10.
Apesar da delicadeza do momento, ela se mantém tranqüila, confiante, em paz.
Além das orações e do apoio dos amigos aqui de perto, gostaríamos de contar com as preces de todos vocês que sempre a apoiaram em todos os momentos.
Que Deus recompense a cada um!
Vera Lúcia

A Casa Madeira disse...

Esses dias estava lendo uma reportagem onde dizia
que uma mulher se veste para outra mulher.
Será? ou é mais uma dessas idéias impostas mela mídea.

Já não vivemos como décadas atrás onde tudo era mais repreensivo.
Apesar de algumas cobranças, as coisas estão mudando bastante.
Boa entrada de semana.
Abçs.

Helena Medeiros Helena disse...

Meus queridos amigos, Bíndi e Ghost:
Não poderia deixar de vir agradecer por todas as vezes que foram me levar palavras de afeto e solidariedade. Tenho uma grande admiração, amizade e carinho pelos dois, por serem um casal onde o amor faz reflexo e deixa rastros que nossos olhos não se cansam de admirar.
Se um dia eu voltar... Estarei por aqui!
Este refúgio, de onde propagam tanto amor e carinho, sempre me atraiu, e para onde eu vinha buscar sempre nos sábios textos os momentos em que queria perfumar a alma e embelezar o coração.
Hoje, junto dos agradecimentos, quero desejar que continuem a iluminar a blogosfera com essa imensidão de afeto que tão bem sabem expandir, pois o mundo precisa destas demonstrações afetivas, como um reflexo num espelho.
Até um dia, amigos!
Um carinhoso beijo aconchegado entre os sorrisos que os anjos de luz espalham pelo universo,
Leninha

Evanir disse...

Hoje estou aqui com o coração apertadinho
de saudades.
Eu venho para agradecer o carinho que sempre
recebi de vocês , mas infelizmente tive que entrar no afastamento inesperado,
mas enfim é a vida meus amigos.
Aos poucos pretendo visitar a todos que se fez presente
no meu blog.
Deus abençoe por tudo.
Beijos .
Evanir.

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Querida! Li e tornei a ler sua crônica. Perfeita, parabéns!
Quantas vezes querem nos podar, negar os nossos direitos... Afinal, somos mulheres e não objeto.
Tenham uma noite de paz e um lindo amanhecer. Abraçoss

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Queridos amigos
Estava com saudades daqui.
Aplaudindo daqui esta bela crônica em homenagem as mulheres.
Desejo uma feliz tarde de domingo e abençoada nova semana.
Com carinho de
Verena e Bichinhos

CÉU disse...

Olá, querida Bíndi!

Um texto e mais. Parabéns!

De facto, é como dizes: todos temos um lugar, que pode e deve ser versátil. Ninguém deve ser mal tratado por ser isso ou aquilo, e naturalmente, ser MULHER é mto mais k ser do sexo feminino, com imensos, imensos deveres, mas direitos, poucos.

O homem e a mulher são, felizmente, diferentes e cada qual tem suas características e funções, nem mais, nem menos, mas o mundo e após um período da pré História, passou a ser governado pelo sexo masculino, em todos os aspetos e olha como está essa esfera! A mulher tb tem culpas no cartório, oh, se tem! Alega k tem k cuidar dos filhos, da casa, k não tem tempo, k está indisposta, enfim, um rol de panaceias, que ela mesmo coloca em seus olhos.

O mundo está mudando para a mulher, mas mto lentamente. Espero k no próximo século, as coisas estejam diferentes, para melhor, claro, para nós.

Beijos para ambos e uma semana luminosa.

Smareis disse...

Oi Bindi e Ghost!
Adorei a postagem!
Linda homenagem para nós mulheres. Texto atilado, escrito lindamente.
Seremos sempre o que quisermos, somos livres com direitos à igualdade e a estar livre de todas as formas de discriminação. Direito à liberdade de pensamento. (A mulher não é obrigada a ficar calada: dar sua opinião, falar o que pensa e questionar é um direito inalienável delas).
De alguns anos pra cá, as coisas estão mudando em relação a mulher.
Espero que essas mudanças continue...
Beijos sorrisos e uma boa semana!
Escrevinhados da Vida

Maria Glória disse...

Meus queridos e amorosos Bíndi e Ghost!
Muito obrigado pelo carinho e votos deixados lá no meu blog, pelo dia do meu aniversário.
Recebo o abraço e retribuo, com mais flores, perfumes e raios de sol, sempre!
O tema abordado aqui, não poderia ser mais oportuno. Estamos bem avançados no tempo, em relação a um passado sombrio, sobre humanidade e respeito. Mas ainda, há muito o que ser resolvido, tratado e reconhecido. Seja para a mulher, criança, idoso e todo aquele que não responder a um padrão da sociedade.
Até a opção religiosa é um assunto delicado, se não corresponder ao padrão da sociedade. Triste, não?

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Que nos deixem ser mulheres como as flores são flores, como o céu é o céu, como o mar é a imensidão do mar...sem exigir-nos mais que isso, ser o que nascemos pra ser, o que nascemos sendo, o que somos, pois já é difícil o bastante sermos humanas pra tentarmos ser sobre-humanas...
Tornando a ler. Lindo demais!
Abraços

Profª Lourdes disse...

Olá amiga!
Mais uma maravilhosa postagem,em homenagem as mulheres, ou que fala das mulheres. Nossa vida é sempre assim, entre rendas e martelos. Não é fácil, ser dona de casa, amante, mãe, trabalhar fora... e ser bonita. Só nós mulheres conseguimos.

Que seu fim de semana seja de paz e muita saúde e que Jesus continue iluminando os seus caminhos. Abraços, da amiga Lourdes Duarte.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...